Defesa otimizará informações aos passageiros, diz Jobim

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que estudará junto com o Conac a criação de métodos para otimizar as informações sobre os vôos aos passageiros, entre eles um software que manda para os celulares dos usuários do transporte aéreo a confirmação do vôo. "Tem um software que você, ao comprar o bilhete, recebe a mensagem sobre o vôo."   "Temos uma série de regras para otimizar as informações. Temos que estabelecer o nível de responsabilidade. Vamos criar através de resolução do Conac pontos de informações e com aplicações de multas. O cumprimento disso representa um custo que seja superior ao resultado financeiro da transgressões."   Para o ministro, a crise é resultado do aumento da demanda aérea. "Enfrentamos problema de curto e médio prazos que temos que resolver. Que diz respeito ao aumento da demanda aérea. Está sendo cogitado o terceiro aeroporto em são Paulo. Já temos inclusive discussões sobre a localização. Mas isso não vai resolver o problema da crise aérea."   Para equilibrar a oferta e a demanda, o ministro descartou a liberdade tarifária ou a venda de slots. "Não estamos cobrando da empresa, que vai cobrar isso na tarifa. Vamos ter compressão da demanda. Temos que ver a integração do mercado."   Jobim também culpou as empresas aéreas pela falta de segurança do sistema aéreo brasileiro. "As empresas é que precisam se ajustar aos sistemas de segurança e não nós. Não posso sacrificar a segurança a favor dos custos. Temos limite do estado brasileiro, limite este que tem Que ser alterado, mas não pose ser alterado das perspectivas da segurança. A decisão em cima das tarifas é outro problema a ser estudado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.