Delegacia da Mulher inaugura centro de atendimento psicossocial

A 1ª Delegacia de Defesa da Mulher vai inaugurar nesta quarta-feira seu Centro de Atendimento Psicossocial, com salas de terapia e brinquedoteca. O objetivo é atender mulheres, crianças e adolescentes vítimas, em sua maioria, de violência física e sexual.A delegacia funciona 24 horas e 90% das ocorrências são relativas à violência doméstica. "Com esses novos setores teremos condições de separar as crianças das mães e impedir que elas sofram mais", disse a delegada Maria Tereza Rosa.Responsável por cinco equipes compostas de delegadas, escrivãs e investigadoras, Maria Tereza explica que, no ano passado, a delegacia atendeu mais de 8 mil ocorrências. A maioria por lesão corporal e ameaça."São agressões dos maridos às mulheres e filhos, casos de estupro e ameaças de morte, que acabam provocando também a fuga de casa." A idéia de montar um centro para distrair as crianças enquanto suas mães são atendidas por psicólogas e psiquiatras foi do delegado Mário Jordão, da seccional centro.Com a ajuda de entidades privadas, o prédio foi reformado e conseguiu-se o material para a brinquedoteca. A 1ª Delegacia da Mulher funciona no número 200 da Rua Bittencourt Rodrigues, na Sé.Ladrão homicida é presoO ladrão Danilo Pedro Cocco Oliveira, de 25 anos, foi preso quase um ano depois de matar G.S.C.B., de 7 anos. O crime ocorreu no dia 4 de junho, na Penha, zona leste de São Paulo. Oliveira foi preso pelos policiais da Equipe Especializada em Investigações Sobre Crime Contra Crianças e Adolescentes, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).Ele disse ao delegado Jorge Miguel Filho que ao entrar na casa sua intenção era roubar aparelhos eletrônicos. Afirmou ter esperado a saída dos moradores e, quando entrou, encontrou a garota num dos quartos. "Não sei o que deu em mim e acabei por matá-la."Na fuga, levou um aparelho de som, videocassete e garrafas de bebida. A localização do ladrão foi possível depois de uma denúncia recebida pelo delegado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.