AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Delegacia é atacada no interior de São Paulo

Desconhecidos lançaram coquetéis molotov contra o prédio da Delegacia Seccional de Dracena, no oeste de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira.Três viaturas da Polícia Civil foram incendiadas. A entrada do prédio foi parcialmente queimada e teve os vidros estilhaçados. Ninguém ficou ferido. É o primeiro ataque atribuído à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) nesta região.Ataques na capital Os ataques do PCC chegam ao terceiro dia na cidade de São Paulo. Além de atacar postos policiais e ônibus, as agências bancárias viraram o alvo principal da ofensiva dos criminosos no Estado de São Paulo. Na madrugada de segunda-feira oito agências foram atacadas, sendo uma na Zona Leste e sete na Zona Sul. Também não escaparam dois postos da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), uma residência e uma estação de metrô, que foram atingidas por bandidos com tiros e coquetéis Molotov. Além dos ataques, 46 unidades prisionais, que envolvem presídios, penitenciárias e centros de detenções provisórias, permanecem rebelados em todo o Estado de São Paulo, de acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária por volta das 11 horas da manhã desta segunda-feira.

Agencia Estado,

15 de maio de 2006 | 12h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.