Delegacias terão mais equipes e menos plantões

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo vai iniciar uma reforma estrutural nas delegacias do Departamento da Polícia Judiciária da Capital (Decap). Serão criadas mais 400 equipes formadas por um delegado, dois escrivães e quatro investigadores para trabalhar na apuração de crimes em São Paulo. Com o aumento do total de funcionários destinado a trabalhar nesse setor, segundo o grupo que analisou o cenário para a SSP, cada equipe de investigação do Decap ficará responsável, em média, por 1.667 boletins de ocorrências, o que significa cerca de 200 inquéritos. "A Polícia Civil dessa maneira vai conseguir fazer o trabalho para o qual foi criada, que é investigar crimes", diz o delegado André Dahmer, que atualmente responde pelo planejamento e projeto estratégico da Delegacia Geral. Para criar novas equipes de investigação, a Secretaria Estadual da Segurança Pública paulista pretende reduzir o número de plantões na capital, o que deverá afetar o dia a dia da população. "Isso não significa que delegacias ficarão fechadas. Mas haverá a necessidade de se deslocar uma distância um pouco maior para ser bem atendido. Isso pode ser feito porque hoje temos mais alternativas eletrônicas", explica Dahmer. Projetos-piloto começarão a ser testados em delegacias da 4ª e da 5ª Seccional.

Bruno Paes Manso, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

29 Agosto 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.