Delegado da PF é preso acusado de envolvimento com doleiro

O delegado da Polícia Federal Paulo Cauby Batista Lima foi preso hoje, em Fortaleza, acusado de envolvimento com o crime organizado. De acordo com o Superintendente da PF no Ceará, Bérgson Toledo Silva, há provas "contundentes" e "suficientes" ligando o delegado ao doleiro Alexander Diógenes Ferreira Gomes, ex-presidente do Grupo ACC Card, que responde na Justiça por dezenas de processos. O delegado estaria repassando para o doleiro informações sobre diligências realizadas pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado no Ceará. "Algumas diligências apresentavam resultados inócuos, apontando indícios de vazamento de informações", comentou Toledo. Ele disse ainda que também há indícios da participação Gomes no caso Banestado.Ao investigar quem estaria municiando o crime organizado com informações sobre o andamento das diligências, a PF e o Ministério Público Federal chegaram ao nome do delegado Cauby. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz federal da 11ª Vara, Danilo Fontenelle, e cumprido às 9h da manhã de hoje. O delegado está preso na carceragem da PF, em Fortaleza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.