Delegado é morto a tiros em camping no interior do Paraná

José Antonio Zuba Oliva investigava denúncia de que homens estavam armados em balneário

Julia Baptista, Central de Notícias

24 de agosto de 2010 | 13h29

SÃO PAULO - O delegado titular do Departamento de Polícia de Pontal do Paraná, no litoral paranaense, José Antonio Zuba Oliva, foi morto a tiros na manhã desta terça-feira, 24. Oliva investigava uma denúncia de que quatro homens estavam armados em um camping de turistas no Balneário Olho D' Água.

 

De acordo com a polícia de Pontal do Paraná, o funcionário administrativo da delegacia, Adílson da Silva, irmão da dona do camping, fez a denúncia ao delegado. Um cerco policial foi montado no litoral do Paraná para tentar localizar os suspeitos.

 

Segundo a polícia, ao chegar no local, Oliva, o funcionário e duas inspetoras abordaram uma das barracas onde estariam os suspeitos, quando o delegado foi vítima de uma tocaia. Ele acabou metralhado pelas costas por homens que estavam escondidos em dois carros com placas do Rio de Janeiro e morreu no local. Silva também foi atingido no tiroteio.

 

O funcionário ficou gravemente ferido na ação e foi levado ao Hospital Regional de Paranaguá. Uma das inspetoras foi rendida e teve a sua pistola roubada. A outra conseguiu fugir e chamar reforço policial. . Os veículos foram encontrados atrás do quartel da Polícia Militar da cidade. Os suspeitos fugiram para dentro de um matagal.

 

Equipes da Polícia Civil de Curitiba foram enviadas para a cidade para tentar localizar os suspeitos. Um helicóptero da Secretaria de Segurança Pública do Paraná está fazendo buscas no local. Segundo a polícia de Paranaguá, pelo menos um suspeito foi detido.

Tudo o que sabemos sobre:
Paraná

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.