Delegado indicia jovens acusados de agredir doméstica no Rio

Delegado pede a prisão preventiva dos jovens já reconhecidos por Sirley

Agencia Estado

04 Julho 2007 | 17h29

O inquérito sobre a agressão sofrida pela empregada doméstica Sirley Dias de Carvalho, em 23 de junho, foi entregue nesta terça-feira, 3, ao Ministério Público Estadual. O delegado Carlos Augusto Nogueira pediu a prisão preventiva dos cinco acusados do crime - Rubens Arurda, Rodrigo Bassalo, Júlio Junqueira, Leonardo Andrade, e Felipe Macedo Neto. Os jovens, que estão presos temporariamente por decisão judicial, foram indiciados por lesão corporal, tentativa de homicídio, roubo e formação de quadrilha. Felipe responderá ainda por coação, já que ameaçou Sirley quando ela esteve na delegacia para fazer o reconhecimento dos cinco agressores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.