Delegado pede transferência de médico para prisão

O delegado de Polícia da 4ª Seccional requereu à juíza do Departamento de Inquéritos Policiais, Ivana David Boriero, que o médico Jorge Farah, de 53 anos, que matou e esquartejou a amante, Maria do Carmo Alves, de 46, seja transferido da ClínicaPsiquiátrica na Granja Julieta para o xadrez do 13º Distrito Policial, destinado a presos com nível universitário.A juíza determinou nesta segunda-feira ao delegado que, no prazo de 24 horas, apresente a ela laudo médico sobre o estado de saúde de Farah, a ser fornecido pela Clínica Psiquiátrica.Se o médico estiver realmente doente, será transferido para o Hospital Penitenciário.Entretanto, se estiver enfrentando crise passageira, irá para o 13º Distrito Policial, ondereceberá tratamento ambulatorial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.