Delegado pode ter se matado por acidente

O delegado Joel Alberto de Souza Filho, de 46 anos, morreu na madrugada de hoje com um tiro no pescoçodentro de um quarto do Hotel Pirâmide, situado no Bairro de Pernambués, zona leste da capital baiana. Ele estava em companhia da namorada Solange do Nascimento Mesquita, de 33 anos. Aparentemente, Souza Filho disparou acidentalmente contra a própria cabeça ao mostrar a namorada como reagiria se alguém mexesse com ela. Lotado na Delegacia de Dias D´Ávila, na região metropolitana de Salvador, Souza Filho foi requisitado para trabalhar comoplantonista na Delegacia Especial do Rio Vermelho devido à Festa de Iemanjá que atrai uma multidão ao local todo dia 2 deFevereiro. Depois do plantão que acabou por volta das 20 horas ele levou a namorada para o Hotel Pirâmide. Segundo SolangeMesquita, o delegado disse que não admitiria que alguém à paquerasse na rua. Teria sacado o revólver calibre 38 para simular o que faria com esse suposto paquerador e encostado o cano no pescoço. A mulher explicou que a arma acabou disparandoacidentalmente. Policiais da 11a Delegacia de Polícia de Salvador realizaram o levantamento cadavérico do delegado e tomaram o depoimentoda namorada dele. Ela também foi submetida a exame de pólvora nas mãos. Esse tipo de exame revela vestígios de pólvora num suspeito que usou arma de fogo. A polícia também trabalha com a hipótese de que a mulher disparou o tiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.