DEM diz a Alckmin que secretaria de Afif é do partido

O presidente nacional do DEM, senador José Agripino Maia (RN), disse ontem ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que o partido pretende retomar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, hoje tocada pelo vice-governador Guilherme Afif Domingos, que deixou a sigla rumo ao PSD.

Roberto Almeida, O Estado de S.Paulo

05 Abril 2011 | 00h00

Agripino, que se reuniu ontem com o tucano no Palácio dos Bandeirantes, considerou "normal" que o DEM tenha a pretensão de reaver a pasta perdida com a migração de Afif. "A parceria não é feita entre pessoas, mas entre partidos políticos. Essa consciência ele (Alckmin) tem e eu tenho", afirmou.

Segundo Agripino, a reabsorção do DEM no governo deve ser acordada com Alckmin assim que o partido tenha uma "fisionomia definida". O novo encontro com Alckmin deve ocorrer ''logo'', disse ele. Antes, porém, o comando nacional do DEM precisa concluir o formato e os quadros que comporão a chamada Comissão Provisória Regional em São Paulo. O diretório paulista do DEM era comandado pelo prefeito Gilberto Kassab, mas foi dissolvido assim que ele saiu para criar o PSD. "Claro que é uma perda (a saída de Kassab). Agora, é mortal para o partido? Longe disso", reiterou Agripino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.