Demitido o carcereiro que facilitou a fuga de 89 presos

O carcereiro Fernando Cesar Rodrigues, acusado de facilitar a maior fuga ocorrida numa cadeia pública em todo o país ? 89 presos fugiram de uma vez da cadeia de Bauru, na madrugada de 11 de novembro de 2001 - foi demitido da polícia civil.Enquadrado nos artigos 62 e 63 da Lei Orgânica da Polícia Civil de São Paulo, o funcionário foi desligado ontem doquadro funcional, mas ainda continua processado na 1ª Vara Criminal de Bauru, tendo a promotoria pedido a aplicação da pena de cinco anos. Rodrigues disse, logo após a fuga que foi abordado por dois homens que o dominaram junto com outros funcionários da cadeia, mas as investigações concluíram que ele facilitou a ação do grupo de resgate, telefonando do seu próprio celular para avisa-los a hora de agir.Segundo o ex-presidiário Douglas Rogerio Reducino, um dos responsáveis pela fuga, o ex-carcereiro recebeu R$ 15 mil pela facilitação. Os outros responsáveis pela fuga também fora identificados e estão processados, podendo pegar pena de até dez anos. A cadeia de Bauru possuía 72 vagas e no dia da fuga abrigava 161 detentos. Depois de dezenas de protestos e rebeliões, foidesativada no final de maio do ano passado, quando o Estado inaugurou o Centro de Detenção Provisória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.