Denarc apreende 85 quilos de cocaína em 2 flagrante em SP

Agentes do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) estouraram, na noite de quinta-feira, 15, um laboratório de refino de cocaína montado no dormitório de um apartamento da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), localizado na Rua Almofada, em Perus, região noroeste da capital paulista.Segundo a polícia, a cocaína refinada no imóvel era distribuída para os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Na operação, os investigadores apreenderam 60 quilos de cocaína e prenderam um jovem de 25 anos flagrado no momento em que transportava a droga para o Rio. O acusado foi detido em Arujá, na Grande São Paulo.Os demais integrantes do bando, cuja principal base operacional fica em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, já foram identificados. Segundo a polícia, as paredes do dormitório eram anti-ruído, não deixando vazar o barulho das prensas usadas na compactação do pó da cocaína em tijolos.Toda a droga enviada para fora do Estado de São Paulo era trocada por carros e motos. Uma moto Honda CG preta, com placas de Minas, foi apreendida pelos agentes. Os policiais afirmaram que a quadrilha se divide em "células" e que uma delas, já detida, facilitará a prisão das demais.Zona LesteDois acusados de abastecer traficantes que agem nas imediações de escolas foram presos também pelo Denarc na quinta-feira, 15, no Jardim Grimaldi, na zona leste da capital.Com 25 kg de cocaína, foram presos um lavador de carros, de 19 anos, conhecido por "Gordão", e um caixa de 23 anos, acusado de entregar a droga. Eles negam o tráfico de entorpecentes, mas, segundo a polícia, usavam uma lanchonete como ponto de encontro para a negociação da cocaína.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.