Denarc apreende telefone via satélite do PCC em São Paulo

Os policiais do Departamento de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc) apreenderam na tarde de quinta-feira, 27, um aparelho de telefonia via satélite da marca Qualcoomm, numa favela da periferia de São Paulo.Esse tipo de aparelho, que funciona com cartões internacionais, é usado por grandes traficantes para tentar escapar ao monitoramento telefônico autorizado pela Justiça. O último a ser aprendido pelo Denarc era usado pelo traficante Claudair Lopes de Faria, o CL, preso no Paraguai, em junho de 2003.A apreensão aconteceu na rua Santo Antônio de Pirapetinga, 59, no Jardim Peri, zona sul. Também foram retidos cocaína, crack, haxixe e maconha. O telefone via satélite estava em uma residência construída pelos traficantes para o manejo de drogas, sem correr riscos de flagrante. O imóvel também possui escada interna com acesso ao piso superior, local onde as janelas não têm esquadrias para facilitar a fuga. Foi por ali que um dos acusados, ainda não identificado, conseguiu escapar.No imóvel vizinho, alcançado através de uma varanda, os policiais prenderam a doméstica Maria Floro da Silva, de 42 anos, e duas adolescentes, uma de 17, namorada do rapaz que fugiu, e outra menina de 14 anos.Na casa da doméstica, foram encontrados na casinha do cachorro uma mochila, onde a acusada guardava cocaína, haxixe e uma pequena balança de precisão. Para completar o esquema de segurança dos traficantes, além do telefone internacional, o PCC (Primeiro Comando da Capital), equipou o QG com rádio comunicador, ligado e sintonizado na freqüência da Polícia Militar. Até uma bomba de gás pimenta foi encontrada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.