Denarc faz a maior apreensão de maconha de sua história

O Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) fez na noite de sexta-feira a maior apreensão de maconha da história do departamento. Seis toneladas e meia da droga foram apreendidas num sítio em Mogi Mirim, região de Campinas (SP), após 30 dias de investigação e monitoramento da quadrilha. Cinco homens foram presos por tráfico.A droga importada de Pedro Juan Caballeto, no Paraguai, estava avaliada em R$ 2,2 milhões e, segundo o diretor do departamento, o delegado Ivaney Cayres de Souza, deveria ser comercializada em pelo menos três Estados: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas, além de algumas cidades do Paraná.O economista Fernando Ricardo, 39 anos, é apontado pela polícia como o chefe da quadrilha e o financiador da droga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.