Denarc realiza blitz na área do drive-thru das drogas

O Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) realiza uma blitz na Favela do Buraco Quente, na região da Avenida Jornalista Roberto Marinho, na zona sul, que corta, quase em linha reta, os bairros de classe média Campo Belo e Brooklin e fica perto de Moema.Nesta segunda, 24, o Jornal da Tarde revelou um novo esquema usado por traficantes para a venda de drogas na região. Motoristas compram os entorpecentes livremente em pelo menos três pontos da avenida, como se passassem por um drive-thru de lanchonete. A pessoa pára o carro, desce o vidro e faz o pedido. O atendente informa o preço e recebe o dinheiro. Poucos metros à frente, o motorista pára de novo, pega a encomenda e vai embora.Segundo os compradores, a região é um verdadeiro "shopping de drogas" a céu aberto: ali são vendidos cocaína, maconha, crack e "bala" - como são chamados os comprimidos de ecstasy, geralmente encontrados em raves. Na semana passada, a equipe de reportagem do Jornal da Tarde acompanhou o tráfico de drogas na região e conversou com moradores. Foram identificados três esquemas de drive-thru. O primeiro, descrito no início do texto, funciona na Avenida Jornalista Roberto Marinho entre as Ruas Palmares e Emboabas - que dão nome aos pontos-de-venda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.