Dengue pode atrapalhar festa de peão em Barretos

A epidemia de dengue, que atingeBarretos, a 425 quilômetros de são Paulo desde outubro (2.052casos neste ano e 97 entre outubro e dezembro do ano passado),não está preocupando o clube Os Independentes, organizador datradicional Festa do Peão de Boiadeiro, que terá sua 46ª ediçãoentre 17 e 26 de agosto. "A dengue não está só aqui, mas emtodos os lugares; só me preocupo com a situação econômica doPaís", afirma o presidente do clube, Hussein Gemha Júnior. Para tranqüilizá-lo, a Vigilância Epidemiológica domunicípio informou que nunca houve casos de dengue em agosto.Porém, outro evento de peão, ainda pequeno, poderá ser afetado:a 3ª Festa dos Campeões, que ocorrerá entre 16 e 22 de abril. "Acredito que isso não vai atrapalhar o evento, pois adengue está sendo controlada na cidade", diz o organizador daFesta dos Campeões, José Uílson Freire, que espera a presença depelo menos 25 mil pessoas (público de 2000) nos rodeios e nasexposições e leilões de animais. As duas festas não têm ligação,mas há duas diferenças: enquanto a Festa do Peão ocorre noParque do Peão, fora da cidade, e em agosto, numa época deinverno, a Festa dos Campeões será no Recinto Paulo de LimaCorrêa, na zona urbana, e ainda no outono. Segundo Gemha Júnior, após uma conversa com um técnicoligado ao Ministério da Saúde, em Brasília, na semana passada, aincidência de dengue em Barretos atingiu o seu pico e atendência agora é de queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.