Dengue pode ter feito oitava vítima fatal no Rio

A advogada Flávia Maria Salazar Guerra,de 32 anos, pode ser a oitava vítima fatal de dengue no Rio.Flávia morreu na madrugada de sexta-feira, na Clínica SantaMaria, em Laranjeiras, de dengue hemorrágica e choque séptico,de acordo com o atestado de óbito. O secretário municipal desaúde, Ronaldo Cézar Coelho, informou que a causa da morte daadvogada precisa ser comprovada pelo Instituto Noel Nutels. Atéa sexta-feira foram registrados 7.229 casos de dengue no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.