Denise Abreu e a crise aérea

29 de setembro Boeing da Gol e jato Legacy se chocam no ar e 154 pessoas morrem. Começa a crise aérea 2 de outubro Frase atribuída à ex-diretora da Anac Denise Abreu por familiares das vítimas da tragédia da Gol provoca indignaçãoDezembro de 2006 Denise trabalha para barrar restrições impostas pela Justiça de operações com chuva em Congonhas 30 de marçoEm meio ao caos nos aeroportos causado por greve de controladores de vôo, Denise é flagrada em festa fumando charuto17 de julhoAirbus A320 da TAM vara a pista principal de Congonhas. No acidente, 199 pessoas morrem e crise no setor aumenta20 de julhoTrês dias dias após o desastre em Congonhas e com o setor aéreo minado, autoridades da Anac, entre elas Denise Abreu, são homenageadas pela FAB com medalhas do mérito Santos Dumont6 de agostoA ex-diretora é acusada pelo ex-presidente da Infraero José Carlos Pereira de tentar favorecer o empresário Carlos Ernesto Pereira, da Tead Terminais Aduaneiros, com a transferência de parte do setor de cargas de Congonhas e Viracopos para Ribeirão Preto10 de agosto Denise é convocada pela CPI da Crise Aérea do Senado para explicar possível favorecimento ao empresário levantado por Pereira 12 de agosto Reportagem do Estado mostra que Denise incentivou as empresas a reagir à decisão do governo de cortar vôos em Congonhas15 de agostoO presidente nacional da OAB, Cézar Britto, diz que vai abrir ação para pedir o afastamento de Denise por improbidade administrativa16 de agostoVem à tona que a Anac enviou norma extra-oficial à Justiça para liberar Congonhas. É a IS-RBHA 121-189, de 31 de janeiro, em que a agência recomenda "usar o máximo reverso" nos pousos em pistas molhadas. Com base neste e em outros documentos da Anac, a desembargadora Cecília Marcondes libera a pista Ainda em depoimento na sessão da CPI, Denise comete uma gafe ao dizer que Winston Churchill vinha de uma família de origem humilde e que não deixava de ser um grande estadista por fumar charuto. Denise se contradiz, também na CPI, ao se defender da acusação de que buscava favorecer o empresário Carlos Ernesto Campos ao trabalhar pela transferência do setor de cargas de Congonhas e Viracopos para Ribeirão. Primeiro, diz que "o Plano Diretor (para o aeroporto) não foi aprovado". Em seguida, os senadores reproduzem gravação em que ela afirma que o Plano Diretor havia sido aprovado "rapidinho"20 de agostoA desembargadora do TRF se diz "enganada" por ter recebido documento sem valor legal. A magistrada afirmou que só liberou a pista de Congonhas por ter confiado nas informações da norma da Anac entregue, segunda ela, pela própria Denise Abreu21 de agostoCPI do Senado aprova a quebra dos sigilos bancário, telefônico e fiscal de Denise 22 de agostoO ministro Nelson Jobim anuncia abertura de processo disciplinar para apurar envio da norma E-mail de superintendente da Anac derruba versão sobre erro em site. Na mensagem, o funcionário relata que Denise pediu para dar "publicidade" à norma23 de agostoDocumento prova que, sete meses antes da tragédia da Airbus , a Anac já sabia que avião poderia "varar" a pista"Como eu poderia interceder se não há nem sequer terminal de cargas em Ribeirão", disse Denise na CPI. Mas em 25 de junho ela anunciou o projeto de transfornmar o aeroporto em eminentemente de cargas E-mails mostram que empresas foram consultadas sobre norma24/08Denise Abreu renuncia

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.