Dentista é liberada de cativeiro em São Paulo

A polícia estourou na madrugada desta quarta-feira o cativeiro da dentista Patrícia Tartaro, de 35 anos, que foi rendida por três homens armados na manhã de segunda-feira na Avenida Casa Verde, na zona norte da cidade, no momento em que seguia para seu consultório. O cativeiro foi localizado na Rua 9 de Novembro, no bairro Vila Nova Cachoeirinha. Os bandidos entraram em contato com a família e chegaram a pedir R$ 500 mil. Foram presos Eduardo Silva, de 23 anos, e Kelly Cristina Coutinho, também de 23.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.