Dependente de droga é acusado de matar a mãe

Marcos Fonseca, de 38 anos, viciado em cocaína desde os 18, está sendo procurado pela polícia, acusado de ter assassinado a mãe, Elisa Frisiachi, de 72 anos, no banheiro do apartamento onde ela morava, em Moema, na zona sul de São Paulo.Ele também é suspeito de ter simulado um atropelamento. Fonseca convenceu os policiais militares do Resgate do Corpo de Bombeiros que a mãe havia sido atropelada perto do prédio onde morava e ele a carregara até o apartamento para os primeiros socorros.Elisa foi internada no Hospital São Luís e morreu horas depois. "Os médicos examinaram o corpo e constataram traumatismo craniano", disse o delegado Olavo Reino Francisco, da polícia de São Paulo.O policial ressaltou que não pode afirmar ainda se Fonseca estava drogado quando espancou a mãe. Elisa vivia sozinha em um apartamento da Avenida Aratãs. Ele também morava sozinho, na Rua Jacutinga, em Indianópolis.Segundo a polícia, Fonseca sempre viveu do dinheiro da mesada da mãe. Na noite desta quarta-feira, foi pedir mais dinheiro. Ela negou porque ele gastaria tudo com cocaína. "Irritado, Fonseca passou a espancar a mãe", afirma Reino Francisco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.