Depois da festa, Paulista continua interditada para limpeza

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informa que a Avenida Paulista, onde aconteceu a festa de réveillon, com cerca de 2,1 milhões de pessoas, continua interditada nos dois sentidos - entre as ruas Teixeira da Silva e Consolação - para limpeza. As ruas transversais já estão abertas em todos os cruzamentos daquela avenida.Apesar da chuva, que caiu na capital durante praticamente a noite toda, e de motoristas dirigirem embriagados, festejando a chegada do Ano Novo, poucos acidentes com veículos foram registrados durante a noite e madrugada. Dois deles foram considerados mais graves, um na zona oeste e outro na zona norte. Duas pessoas morreram e pelo menos cinco foram internadas em hospitais.Por volta das 23h, na esquina das ruas Cerro Corá e Toneleiros, na Vila Ipojuca, zona oeste, dois veículos colidiram, fazendo seis vítimas. Uma delas morreu no local e as demais foram socorridas por guarnições do Corpo de Bombeiros, nos hospitais das Clínicas, São Camilo e Bandeirantes. Um dos socorridos morreu posteriormente. Até o momento os veículos e o corpo da vítima fatal continuam no local, aguardando a perícia da Polícia Científica. Durante a madrugada, um carro desgovernado se chocou com o poste do semáforo na esquina das avenidas Engenheiro Caetano Álvares e Direitos Humanos, no bairro de Lauzane Paulista. Uma vítima, em estado grave, foi socorrida pelo resgate do Corpo de Bombeiros ao PS do Hospital do Mandaqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.