Depois de manhã caótica, trânsito está tranqüilo em SP

O trânsito voltou ao normal na cidade de São Paulo no fim da manhã desta segunda-feira, 23, após a paralisação por cerca de duas horas dos transportes coletivos contra a Emenda 3, no início da manhã. Segundo medição da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 11h30 foram registrados 52 quilômetros de lentidão, abaixo da média para o horário, que é de 56 quilômetros. Às 11 horas, a Marginal do Pinheiros ainda tinha lentidão por conta de um acidente. O motorista de um veículo de passeio perdeu o controle da direção, batendo na defensa da pista expressa, no acesso ao Cebolão, no sentido Castelo Branco. Outro acidente aconteceu na Avenida 23 de Maio, 20 metros após o Viaduto Jaceguai, na pista sentido centro, onde uma motocicleta e uma ambulância colidiram, deixando um ferido. A Avenida Radial Leste, no sentido centro, permanecia como o pior trecho de lentidão, com cerca de oito quilômetros, indo do Viaduto Pires do Rio até o Viaduto Santo Antônio. Entenda o que é a Emenda 3 A Emenda 3 é um item incluído por parlamentares na legislação federal que criou a Super-Receita. Pela emenda, auditores fiscais ficariam proibidos de multar empresas prestadoras de serviços, mesmo se julgarem que esses contratos estejam disfarçados de relações empregatícias. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou a emenda no dia 16 de março, mas o Congresso pode derrubar o veto e transformá-la em lei. Entidades acham que emenda representa uma agressão aos direitos trabalhistas - já que, em teoria, as empresas não teriam mais que respeitar a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) nas contratações.

Agencia Estado,

23 Abril 2007 | 11h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.