Depois do jogo, audiências no Fórum Trabalhista são canceladas

Desde as 14 horas, pelo menos 50 pessoas esperavam ao sol na frente do Fórum Trabalhista Ruy Barbosa. Muitas delas, ficaram sabendo na hora que suas audiências haviam sido adiadas. Um funcionário de uma empresa de segurança que se identificou apenas como Sinvaldo, tinha audiência marcada para às 14h30. Morador da Freguesia do Ó, ele só pôde ver o primeiro tempo do jogo para chegar a tempo no fórum. "Vim ouvindo no rádio do carro. Cheguei e o guarda informou que todas as audiências haviam sido adiadas". Ele teria de esperar até a abertura do fórum, às 15 horas, somente para pegar o comprovante de presença, para não ter o dia descontado no trabalho.Testemunha de Sinvaldo, 42 anos, Marco Antonio Figueireido, de 44 anos, já tinha avisado ao amigo que achava que não haveria audiência por causa do jogo. "Isso passava pelo meu pensamento. Achava difícil acontecer uma audiência num dia de jogo. Isso aqui é Brasil".Outra pessoa, que não quis se identificar, saiu às 11 da manhã de Guarulhos, também para uma audiência, marcada para às 14h30. "Nem pude assistir ao jogo. "Foram três meses para marcar a audiência, porque a empresa fechou e não pagou nada", disse.A advogado Lucina Conceição de Araújo Santana, também esperava a abertura do fórum. "O jogo terminou há muito tempo. Será que voltar ao trabalho às 14 horas já não era suficiente? Isso é um desrespeito com a população". disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.