Depois do pânico, Rio amanhece calmo

Depois de uma segunda-feira de pânico e boatos, o Rio está vivendo hoje uma manhã normal. As lojas e escolas estão funcionando sem problemas. Segundo o secretário de Estado de Segurança Pública, Roberto Aguiar, 43,5 mil homens, entre policiais civis, militares e bombeiros, estão nas ruas para garantir a segurança da população. Aguiar vai se reunir agora pela manhã com representantes de Federações da Indústria e do Comércio para discutir como agir em situações como a que ocorreu ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.