Deputado articula criação de CPI para investigar violação

O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) começou a articular, ontem, a criação de comissão parlamentar de inquérito para investigar a violação de dados fiscais de quatro tucanos e de Verônica Serra, filha do presidenciável José Serra (PSDB).

Carol Pires, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2010 | 00h00

A CPI da Receita seria, na avaliação do deputado, a forma mais rápida de chegar aos mandantes da quebra de sigilo. "Não existe instrumento mais ágil", defendeu Sampaio, que é vice-líder do PSDB na Câmara.

O deputado desafiou a presidenciável Dilma Rousseff a endossar a CPI, uma vez que a petista defendeu a rápida apuração do caso. "Se a vontade existe, que seu partido subscreva a CPI para apurarmos tudo o que está acontecendo na Receita", disse o tucano.

Para o senador Álvaro Dias (PR), o caso justifica uma CPI, mas "será difícil conseguir as assinaturas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.