Deputado cassado mata menino a tiro

O ex-deputado paraense Vavá Mutran, 71 anos, foi preso nesta quarta-feira em flagrante depois de matar com um tiro de revólver na cabeça o menino David Abreu de Souza, de 8 anos. O garoto brincava com um colega numa área do sítio deMutran, em Marabá, no sul do Pará.Segundo testemunhas, Mutran saiu transtornado dedentro do sítio com o revólver, calibre 38, na mão. David tentou correr, mas foi atingido pelodisparo. "O garoto estava caído no chão, o Vavá se aproximou e ainda deu um chute no corpo,dizendo para o menino correr", disse Nilton dos Santos.Os vizinhos do ex-deputado ficaram revoltados com a brutalidade do crime, afirmando que o acusado sempre foi um homem violento.Em 92, Mutran teve o mandato de deputado estadual cassado após invadir a casa do fiscal da Secretaria da Fazenda Daniel Mourão e matá-lo a tiros. A vítima havia apreendido madeira ilegal na empresa de Mutran e se negado a liberá-la.Julgado pelo Tribunal de Justiça, ele foi condenado a dez anos de prisão, mas não chegou a ficar um ano na cadeia, recebendo indulto por ter supostos problemas de saúde. O acusado pertence a uma das famílias mais poderosas do sul do Pará, proprietária de grandes fazendas, áreas de exploração de castanha e criação de gado. Mutran está numa cela da Superintendência da Polícia Civil, em Marabá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.