Deputado citado na sanguessuga toma posse

RIO

Alfredo Junqueira, O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2011 | 00h00

O deputado federal Paulo Feijó (PR-RJ) voltou a ser empossado no início da noite de segunda-feira pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ). O parlamentar havia perdido sua cadeira depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu liminar ao PT do B, no início do ano, e passou a contar para o partido os votos de 18 candidatos a deputado que concorreram sub judice, após terem os registros negados pelo TRE-RJ. Com a decisão provisória do TSE, a distribuição de vagas mudou e Cristiano José Rodrigues de Souza (PT do B-RJ) tomou posse.

O plenário do TSE, no entanto, voltou a anular os votos desses candidatos do PT do B e, com isso, Feijó volta à Câmara dos Deputados. Com base eleitoral em Campos dos Goytacazes, Feijó foi um dos 90 parlamentares da legislatura de 2003 a 2006 acusados no escândalo dos sanguessugas, esquema de corrupção descoberto pela Polícia Federal em 2006 que desviava dinheiro da compra de ambulâncias, a partir de emendas parlamentares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.