AGÊNCIA CÂMARA
AGÊNCIA CÂMARA

Deputado da 'bancada da bala' presidirá Comissão de Segurança

Laerte Bessa (PR-DF) deverá ser indicado pelo partido; colegiado virou objeto de desejo na Câmara após intervenção federal no Rio

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

21 Março 2018 | 18h01

BRASÍLIA - Um dos colegiados mais cobiçados da Câmara neste ano, a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara será comandada pelo PR, que indicará o deputado Laerte Bessa (PR-DF) como presidente. A definição ocorreu nesta quarta-feira, 21, durante reunião em que líderes partidários acertaram a divisão do comando das 25 comissões técnicas da Casa, que serão instaladas na próxima terça-feira, 27.

+++ Deputado da 'bancada da bala' relatará grupo de trabalho da segurança

Bessa é integrante da bancada da segurança pública, a chamada "bancada da bala", e já comandou a Comissão de Segurança em 2010.

+++ 'Impunidade ameaça a democracia', alerta relatora da ONU

Ao contrário de anos anteriores, quando a comissão era uma das últimas opções dos partidos, o colegiado virou objeto de desejo neste ano após a intervenção federal no Rio de Janeiro, a criação do Ministério da Segurança Pública e o assunto se tornar prioridade na pauta de votações da Casa.

+++ Não será em 10 meses que a violência no Rio será resolvida, diz general

CCJ

Partido com a maior bancada da Câmara, o MDB ficou com a presidência de duas importantes comissões: a de Constituição e Justiça (CCJ) e a de Finanças e Tributação (CFT).

Essa será o terceiro ano consecutivo na atual legislatura que os emedebistas comandam a CCJ, colegiado que é responsável por analisar a constitucionalidade de todos os projetos que tramitam na Casa. /COLABOROU DAIENE CARDOSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.