Deputado do Rio é encontrado morto em rodovia

Atropelamento é a causa mais provável, segundo a polícia do Estado do Rio de Janeiro, para a morte do deputado estadual, Albano Reis, do PMDB. O corpo foi encontrado às margens da Rodovia Rio-Santos, a BR 101, altura do quilômetro 413, em Itacuruçá, na noite de ontem. Ele apresentava fraturas múltiplas, e uma das pernas estava dilacerada. A polícia informou que os sapatos do parlamentar foram achados a 50 metros do local do corpo. O deputado Albano Reis tinha um centro assistencial naquela região, e costumava fazer caminhadas pelo acostamento da rodovia. O parlamentar do PMDB fluminense tinha 60 anos e cumpria o seu terceiro mandato. Albano Reis surgiu na política com o seu trabalho assistencialista em vários bairros da zona oeste do Rio de Janeiro. Ele também era conhecido como o "Papai Noel de Quintino", pelo costume que tinha de distribuir presentes para crianças do bairro de Quintino, na zona norte da cidade. O corpo de Albano Reis vai ser velado no Palácio Tiradentes, sede da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. As informações são da Radiobrás.

Agencia Estado,

19 de dezembro de 2004 | 10h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.