Deputado Pinheiro Landim renuncia

O deputado federal Pinheiro Landim (sem partido-CE) renunciou hoje ao mandato, que terminaria no fim do mês. Ele é acusado pela Polícia Federal (PF) de intermediar a venda de habeas-corpus para traficantes. A prova contra ele estaria em conversas telefônicas grampeadas pela polícia - em algumas delas, Landim explica como funciona a "indústria do habeas-corpus". A renúncia pode impedir a abertura de processo que o deixaria inelegível pelos próximos oitos anos. Em fevereiro, Landim deve reassumir o cargo, com o novo mandato que conquistou em outubro. O tráfico e suas conexões

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.