Deputado quer filiar mil pessoas no novo partido

O deputado Gabriel Chalita (PSB), o parlamentar mais votado do Estado depois de Francisco Everardo Oliveira Filho, o Tiririca (PR), pretende fazer um grande ato de filiação em maio, quando entrará no PMDB para disputar a Prefeitura de São Paulo em 2012, de acordo com aliados.

, O Estado de S.Paulo

23 Abril 2011 | 00h00

A ideia é filiar pelo menos mil pessoas, principalmente na área de educação, como representantes de universidades, professores e outras lideranças.

Os comerciais em rádio e televisão a que o PMDB tem direito, em junho, serão usados como um "chamamento" do parlamentar para as pessoas que queiram ingressar no partido.

A deputada Luiza Erundina (SP), próxima a Chalita no PSB, também foi sondada a seguir o mesmo caminho do deputado e ingressar no PMDB. Assim como o parlamentar, a ex-prefeita de São Paulo tem reclamado da falta de espaço que a direção do PSB em São Paulo dá ela.

Erundina, no entanto, teme tomar mudar de partido sem que haja uma janela para troca de legenda aprovada pelo Congresso. A Justiça pode cassar o mandato de parlamentares que trocarem de sigla, alegando infidelidade partidária. Mesmo se ficar no PSB, a ex-prefeita deve declarar apoio à candidatura de Chalita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.