Deputados buscam dados para apurar acidente do Metrô

Representantes das Comissões de Deputados da Assembléia Legislativa de São Paulo estiveram nesta sexta-feira, 26, na sede do Metrô, para apanhar documentos sobre o acidente que abriu uma cratera nas obras da linha 4, na futura estação Pinheiros, na zona oeste da cidade. Os documentos, entre eles a cópia da licitação e do contrato firmado pelo Metrô, com o Consórcio Linha Amarela, responsável pelas obras, servirão para preparar os deputados para o depoimento do presidente da empresa, Luiz Carlos David, na próxima terça-feira. O presidente da Comissão de Obras e Serviços da Assembléia, Sebastião Arcanjo (PT) disse que seria prematuro apontar que houve negligência por parte dos responsáveis pela obra. Ele espera por relatórios elaborado por 30 engenheiros do Metrô, realizado ao longo das obras e que isto auxilie na apuração das responsabilidades pelo acidente. Ele espera até segunda-feira pelo relatório. O presidente da Comissão de Transportes e Comunicação, Valdomiro Lopes (PSB) informou que vai apresentar ao presidente da Assembléia, Rodrigo Garcia (PFL), requerimento pedindo assessoria técnica. Ele reclamou do pouco tempo para os trabalhos, com o relatório final devendo ser entregue até 14 de março próximo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.