DER devolve 55 radares reprovados pelo Inmetro

O Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER) suspendeu ontem a homologação de 55 radares fixos e portáteis medidores de velocidade, instalados em rodovias paulistas, por não atenderem às exigências funcionais. Os equipamentos têm problemas técnicos e inadequação na instalação, o que tem impedido a aplicação de multas aos infratores. Deles, 27 portáveis eram utilizados pela Polícia Rodoviária Estadual; outros 27 fixos estavam em rodovias administradas pela Autoban e pela Viaoeste. Os radares foram instalados pelas empresas AMS, CSP e Splice. A assessoria do DER afirmou que os equipamentos passarão por reparos técnicos e serão aferidos novamente pelo Inmetro. Os responsáveis pelas empresas não foram localizados pelo Estado de S. Paulo. As empresas não possuem tecnologia de ponta que atenda às exigências do Inmetro, informou a Assessoria de Comunicação da Associação Brasileira de Monitoramento e Controle Eletrônico de Trânsito (Abramcet). Por isso, a Abramcet negou a inscrição da AMS entre os associados. A associação informou que ?a falta de tecnologia adequada coloca em xeque o sistema de monitoramento eletrônico e, por isso, é necessário fazer com que elas deixem de operar no mercado.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.