Dersa muda critérios para operar pedágio no Trecho Sul

A Dersa mudou critérios para apresentação de certidões de qualificação e aptidão de desempenho de empresas que vão participar da licitação de construção e operação das praças de pedágio no Trecho Sul do Rodoanel. Também adiou o prazo de abertura dos envelopes com as propostas. O prazo passou de 17 de julho para 5 de agosto. A justificativa para o adiamento foi a necessidade de fazer mudanças nas exigências das certidões de aptidão para desempenho de atividade e no documento de comprovação de qualificação técnica. O início de operação da nova alça deverá ser feito já com a cobrança de pedágio. Segundo o secretário de Estado dos Transporte, Mauro Arce, serão construídas seis praças de cobrança ao longo do Trecho Sul. Existe a possibilidade de a inauguração ser adiantada para 27 de março, em vez de abril. Haverá praça de pedágio na interligação com o Trecho Oeste, na saída da Rodovia Régis Bittencourt, no final da alça sul e nas quatro saídas para a Anchieta e a Imigrantes.

Eduardo Reina, O Estadao de S.Paulo

03 Julho 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.