Desabamento de muro mata mulher em Porto Alegre

As fortes chuvas desta madrugada em Porto Alegre causaram a morte da dona de casa Élia Inês Artur Pôncio, de 34 anos. Ela morreu soterrada após o desabamento de um muro de sua casa, no bairro Vila Nova, Zona Sul da capital gaúcha, que caiu sobre o quarto onde dormia com o marido, o eletricista Velci Pôncio, de 32 anos, que nada sofreu. As filhas do casal, Daniela, de 10 anos, e Eduarda, de 5, que dormiam no quarto ao lado, tiveram ferimentos leves. O acidente aconteceu às 3h. Pôncio contou que acordou soterrado. Livrou-se dos escombros em seguida e conseguiu resgatar Daniela. Eduarda só sobreviveu porque estava enrolada em um colchão, trancada sob uma viga de concreto. "Foi tudo muito rápido, horrível. Ouvi minha mulher gritar, mas não consegui encontrá-la. Logo ela ficou em silêncio", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.