Desafio: propostas que priorizem a vocação dos bairros

Mais do que induzir o adensamento populacional de bairros no entorno da orla ferroviária, se antecipar à chegada do mercado imobiliário e criar projetos capazes de explorar as diferentes vocações dessas regiões é um desafio do Município. A Barra Funda, por exemplo, que já abriga universidades e se prepara para receber um câmpus da Unesp, poderia aprofundar sua vocação de área educacional, na opinião do arquiteto Lourenço Gimenez. "As atrações culturais e comerciais da Luz, assim como os serviços no entorno da Avenida Luiz Carlos Berrini se complementam e evitam que esses novos centros rivalizem entre si", diz. Na Operação Urbana Jacu-Pêssego, na zona leste, que concentra população e dispõe de pouca oferta de emprego, a Prefeitura quer criar um polo industrial. Estão adiantados os planos para fazer um centro de capacitação no metrô Corinthians-Itaquera, com a ida de uma Faculdade de Tecnologia (Fatec) e uma Escola de Tecnologia (Etec) para a região. "A intenção do plano é aproximar emprego da população", resume o prefeito Gilberto Kassab (DEM).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.