Desaparecida há 4 dias, mineira é encontrada em boate em SP

Jovem de 18 anos estaria trabalhando de garçonete no local; outra estudante da mesma faculdade segue sumida

Ricardo Valot, Central de Notícias

18 de outubro de 2009 | 15h02

Desaparecida há 4 dias, a estudante Tauanny Medeiros Cavalcante, de 18 anos, que cursa Direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, foi encontrada, às 20 horas de sábado, dentro da boate Chaparral Night Club, localizada na Avenida Itaquera, zona leste de São Paulo.

 

Após receberem informações sobre o suposto paradeiro da garota, investigadores do 41.º Distrito Policial, de Vila Rica, foram até a casa noturna, onde encontraram a estudante. A jovem, que mora em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, disse aos policiais que fugiu após brigar com a família e decidiu tentar a vida em São Paulo. No momento em que os policiais chegaram no local, ela estaria trabalhando como garçonete da casa noturna.

 

Além de Tauanny, a polícia mineira investiga o desaparecimento de uma outra estudante de Direito também da mesma universidade. Natália Cristina de Almeida Paiva, de 27 anos, foi vista pela última vez no dia 7 de outubro, quando saía de casa, no bairro Santa Margarida, para ir à faculdade. Segundo familiares, nesse dia ela estava feliz, pois tinha conseguido um emprego. Natália e os filhos, uma menina de 3 anos e um menino de 9, moram com a mãe dela desde que voltaram de São Paulo, há cinco meses.

 

Um dia depois do desaparecimento, o carro da estudante foi encontrado numa rua do bairro. A polícia ainda não tem pistas da localização da estudante. Tauanny e Natália não se conheciam, o que leva a polícia mineira a praticamente descarta qualquer ligação entre os dois desaparecimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
estudantedesaparecimentoMGSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.