Desastre ambiental mata 50 toneladas de peixe na Bahia

Os municípios de Santo Amaro da Purificação, Saubara e Madre de Deus, na Baía de Todos os Santos, na Bahia, decretaram situação de emergência por conta do desastre ambiental que vitimou, até agora, cerca de 50 toneladas de peixes e frutos do mar na região.Desde o dia 17, os pescadores dos municípios estão proibidos de trabalhar nas águas da baía, por causa da suspeita de contaminação. O governo estadual já homologou o decreto de Santo Amaro e prometeu enviar 2 mil cestas básicas à região, para tentar contornar a situação.O Centro de Recursos Ambientais (CRA), que investiga as causas da mortandade, só deve emitir o laudo conclusivo sobre o acidente em duas semanas. Originalmente, pensou-se tratar de um desastre causado por pesca com bombas, ainda comum no Estado.Como a pesca foi totalmente proibida na área e os peixes e frutos do mar mortos continuaram aparecendo, a contaminação da água foi apontada como a causa do desastre, mas não se sabe se ela foi causada por resíduos químicos industriais ou por proliferação de algas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.