Descarrilamento afeta linha de trem em São Paulo

Usuários dos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) não contarão nesta terça-feira com o pleno funcionamento da Linha F (Brás - Calmon Viana) no trecho de Itaquaquecetuba, cidade que fica na região leste da Grande São Paulo. Desde a tarde de domingo(19), o trecho entre as estações Itaquaquecetuba e Engenheiro Manoel Feio está interditado em razão do descarrilamento de 28 dos 96 vagões de uma composição da MRS Logística que transportava minério de ferro. Técnicos da CPTM e da MRS trabalham no local desde o descarrilamento, mas a desinterdição das vias ainda não ocorreu. A CPTM acionou o Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese) para suprir a deficiência existente entre as estações Itaquaquecetuba e Engº Manoel Feio. Foram solicitados 20 ônibus, que percorrerão gratuitamente o trajeto afetado pelo acidente, de modo que os passageiros que partem de Calmon Viana, Aracaré e Itaquaquecetuba possam prosseguir viagem, sentido Brás, sem a necessidade de migrar para a Linha E (Luz - Estudantes). Para aqueles que desejarem fazer a transferência, a frota entre Estudantes e Guaianazes receberá o reforço de duas composições. Os coletivos começam a chegar por volta das 3h30 desta terça-feira e o serviço será suspenso apenas quando uma das vias estiver liberada para a passagem dos trens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.