Descoberta central clandestina de TV por assinatura no Rio

Policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes descobriram nesta madrugada uma central clandestina de TV por assinatura no Morro do Andaraí, no Rio. De acordo com a polícia, Sandra Maria de Oliveira Teixeira, de 44 anos, tinha uma assinatura de uma prestadora de serviço por satélite e, com outros equipamentos, repassava o sinal para cerca de 300 moradores do morro, que pagavam R$ 20 por mês. A polícia vai agora investigar se parte do dinheiro arrecadado iria para o tráfico de drogas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.