Descoberto novo túnel em presídio de SP

Um túnel que estava sendo cavado em frente à Penitenciária do Estado, em São Paulo, foi descoberto ontem por acaso. O peso de um caminhão de lixo que passava pela Avenida Ataliba Leonel, fez a pista afundar e evidenciar o buraco. A polícia encontrou evidências de que homens haviam estado ali há pouco tempo. A direção do presídio informou que não houve fugas.O caminhão abriu a cratera por volta do meio-dia. Após a retirada do veículo, que ficou preso, os policiais militares entraram na cratera. Encontraram três garrafas de água vazias, duas caixas de leite longa vida e uma série de tábuas que serviam para escorar a terra.Segundo o capitão Samuel Pizarro, o túnel estava sendo construído em direção à Penitenciária do Estado por pessoas de fora do presídio. Ele serviria para ligar a galeria de águas pluviais, que passa sob a avenida, à rede de esgoto do presídio. "Funcionários da Penitenciária trabalhavam com a informação de que poderia haver fuga neste feriado", disse o capitão. A polícia não descarta a hipótese de haver alguém sob os escombros do solapamento. O buraco deixado tinha 1,50 metro de diâmetro por 2 metros de profundidade. A camada asfáltica que se rompeu tinha 60 centímetros de espessura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.