Descoberto QG do sequestrador de Silvio Santos

Policiais da Delegacia Seccional de Carapicuíba descobriram nesta segunda-feira uma casa em Itapevi, na Grande São Paulo, que foi usada por Fernando Dutra Pinto para elaborar o seqüestro de Patrícia Abravanel, filha do apresentador e empresário Silvio Santos. Na casa, mobiliada e com três cômodos, os policias encontraram máscaras ninjas, luvas cirúrgicas, identidade falsa, um uniforme de carteiro (provavelmente o que foi usado na ação do seqüestro), coletes à prova de bala, roupa suja de cal, lanternas, um manual de detetive e outro sobre o manuseio de uma arma automática.De acordo com o delegado seccional Luiz Alberto de Souza Ferreira, após as publicações de fotos dos bandidos pelos jornais, os policiais da delegacia receberam a informação de que eles freqüentarem a casa. ?O local era utilizado como base operacional do bando e poderia ser um cativeiro reserva?, disse o delegado.Fernando alugou a casa usando um documento falso em nome de Laudenir Souza Passos. O imóvel foi alugado em julho, por R$ 200 mensais, por três meses, pagos adiantados.Outras investigações continuam em São Paulo ? para prender Jeniffer, que seria namorada de Fernando. Para a polícia, isso é uma questão de horas. Como está sem dinheiro, há a suspeita de que ela possa estar escondida na casa de algum amigo. Os policiais ainda não identificaram o quinto membro do bando, de quem sabem só o prenome: Valdemir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.