Descontrolada, mãe tenta afogar bebê de um mês

A dona-de-casa Isabel Brito Vieira Santiago, de 36 anos já estava no mar e sua intenção era clara: afogar o filho de um mês de idade. Mas os gritos dos dois filhos mais velhos foram ouvidos pelo casal José Elieser e Jordãnia Ferreira, que foram à praia para ver o que acontecia e conseguiram segurar Isabel quando ela estava tentando afogar o filho de um mês.O casal ficou com as crianças e, descontrolada, Isabel foi em direção ao mar, tendo sido segura por policiais. Eliezes contou que ela dizia que "a vida não era dela, que o menorzinho era muito custoso e que iria matar o menorzinho e o outro, só deixando a menina viva". Depois que a situação foi controlada, Isabel foi internada no Pronto Socorro Vera Cruz, de onde teve alta esta manhã para seguir com o marido e dois irmãos para São Paulo. Antes, passou pela delegacia de polícia para prestar esclarecimentos. Ela ainda estava abalada e falava frases sem sentido, sendo que os médicos que a atenderam acreditam que ela esteja sofrendo de depressão ou psicose pós-parto.O delegado João José Peres Neves ouviu Isabel Brito Vieira Santiago einformou que abriu inquérito, que será encaminhado à delegacia da Mulher. Ele espera os laudos médicos para saber se houve intenção (dolo) por parte da mãe em matar os filhos ou se seu ato foi motivado por depressão pós-parto.Caso seja confirmada uma conduta dolosa, Isabel responderá por tentativa de homicídio. As crianças estão bem, recolhidas no Lar Infantil e o Conselho Tutelar de São Paulo já foi informado e acompanha a situação. A guarda ficará provisoriamente com a avó materna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.