Descriminação deve ter amplo debate, diz ministro

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, defendeu a abertura de um amplo debate sobre a descriminação das drogas. "Se analisarmos a luta dos países em relação ao tráfico e ao consumo de drogas, ela é um retumbante fracasso. O consumo não diminuiu e as prisões estão abarrotadas", disse, um dia após o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defender a descriminação do uso de maconha. Temporão disse que está agendando reunião com ministros e secretários para discutir alterações na legislação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.