Desembargador dá voz de prisão a guarda que se recusou a retirar multas

Uma guarda municipal do Rio de Janeiro recebeu voz de prisão do desembargador Eduardo Mair, por se recusar a retirar oito multas por estacionamento proibido.Com sete anos de experiência no trânsito, Rosimary de Oliveira Dionísio foi detida depois de multar oito carros e advertir o motorista do desembargador, que parou o carro em frente a uma placa de estacionamento proibido.Segundo informação do site da Globo News, o desembargador Eduardo Mair pediu que a guarda municipal desconsidera-se as oito multas por se tratar de carros de moradores. Como não foi atendido, chamou policiais militares que escoltaram o carro da guarda municipal até a delegacia de Copacabana, na zona sul do Rio, onde os dois estão prestando depoimento nesta quarta-feira à tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.