Desempregado faz a namorada refém com faca em Salvador

A jovem estaria grávida de oito meses e ele, desempregado há três, demitido pelo próprio pai

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo,

24 Outubro 2008 | 18h56

Desde o início da tarde desta sexta-feira, 24, segundo a Polícia Militar baiana, um homem identificado como Genivaldo Pereira, de 20 anos, mantém a namorada, Drielle Pitanga, de 18, refém em um imóvel no bairro periférico de Pau da Lima, em Salvador.   De acordo com informações colhidas com os vizinhos, o casal mora junto há cerca de um ano em um quarto do imóvel. A jovem estaria grávida de oito meses e ele, desempregado há três meses - foi demitido pelo pai, proprietário de um estabelecimento na região. Pereira também teria sido detido, quando tinha 17 anos, por assalto.   O agressor está armado com uma faca e estaria ameaçando Drielle por ela ter proposto o fim da relação, depois de uma longa discussão pela manhã. As mães dos dois envolvidos foram ao local, à tarde, a pedido de Pereira, mas não tiveram sucesso nas conversas. Em resposta às primeiras tentativas de contato da polícia, ele disse apenas que não há nada para negociar.   Eloá e Camila   O caso ocorre uma semana depois de ter terminado em tragédia o seqüestro de Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, mantida como refém durante mais de 100 horas pelo ex-namorado Lindemberg Alves, de 22, e morta com dois tiros durante a invasão do apartamento onde estavam pela polícia. Alves havia invadido o apartamento inconformado com o fim do namoro. Na ação, uma amiga de Eloá, Nayara Rodrigues, também de 15 anos, ficou ferida.   No início desta semana, a estudante Camila Silva Araújo foi morta com um tiro na cabeça, dentro de casa, na periferia de Sorocaba, cidade a 90 quilômetros de São Paulo. O acusado é o ex-namorado, Daniel Pereira de Souza. Camila, de 16 anos, tinha terminado um namoro de quatro meses com o rapaz.

Mais conteúdo sobre:
refém namorada caso eloá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.