AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Desempregados ocupam empresas no Rio Grande do Sul

O Movimento dos Trabalhadores Desempregados (MTD) invadiu as instalações de duas empresas que não estavam em atividade, nesta segunda-feira, no Rio Grande do Sul. Em Bagé, a 380 quilômetros de Porto Alegre, os militantes tomaram o depósito desativado da Peles Pólo Norte. Em Canoas, na região metropolitana da capital, cerca de 300 pessoas invadiram o Moinho Guindani. Neste caso, as instalações da empresa, que já pediu reintegração de posse, estão em processo de reforma. Os silos armazenam seis toneladas de cevada.Os manifestantes pedem mais vagas em programas de trabalho do governo estadual, assentamento urbano de famílias e microcrédito para desempregados. Eles serão recebidos nesta terça-feira por diretores da Secretaria do Trabalho, Cidadania e Assistência Social. Ao mesmo tempo em que ocorria a invasão das empresas, outros militantes do MTD acamparam à margem da BR-293, em Capão do Leão, a 260 quilômetros de Porto Alegre. E em Caxias do Sul, um quarto grupo deixou a área de 14 hectares da ordem religiosa dos Irmãos Josefinos, onde estava desde o dia 19 de maio. Mas as 34 famílias não foram muito longe e acamparam num terreno próximo, também no distrito de Fazenda Souza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.