Desfiles do Grupo de Acesso de SP não empolgam

Terminaram mornos os desfiles do Grupo de Acesso na madrugada desta segunda-feira no sambódromo do Anhembi. Uma das favoritas, a escola Camisa 12, teve um problema em seu segundo carro. Pouco antes do recuo, uma roda do veículo chamado Taubaté se soltou e teve que ser removida debaixo da estrutura. Mais de 30 homens foram obrigados a arrastar o carro até a dispersão. Bem acima do pedaço do carro danificado estava a foliã Viviane Feci, de 26 anos, que pela primeira vez desfilava pela agremiação preta e branca. "Senti um tranco e de repente vi que este lado do carro tinha cedido. Mas tentei não desanimar" disse a garota que realmente não parou de sambar, mesmo com o problema que marcou a apresentação de sua escola, que homenageava Mazzaropi. A Pérola Negra, uma escola não tão bem cotada, fez um bom desfile. Nascida na Vila Madalena, a agremiação trouxe um carro abre-alas todo azul, em que uma pérola negra era trazida na boca de um grande peixe. Os integrantes mostraram animação e mesmo com fantasias não tão bem acabadas, animaram o pequeno público presente.

Agencia Estado,

27 Fevereiro 2006 | 14h05

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.