Deslizamento de terra ao lado do Elevador Lacerda mata mulher

Casa na Ladeira da Montanha ficou destruída; esta já é a 21ª vítima das fortes chuvas que atingem Salvador desde meados de abril

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

20 Maio 2015 | 10h16

Atualizado às 11h

SALVADOR - Um deslizamento de terra que aconteceu no início da manhã desta quarta-feira, 20, ao lado de um dos mais famosos cartões-postais de Salvador, o Elevador Lacerda, causou a morte de uma mulher, a 21ª vítima das fortes chuvas que atingem a cidade desde meados de abril. 

A casa na qual ela estava com a mãe ficou destruída, junto com outros cinco imóveis vizinhos que já estavam desabitados, localizados na Ladeira da Montanha.

A mãe da vítima conseguiu deixar a residência momentos antes de o imóvel ser soterrado, por volta das 6 horas. O corpo da mulher, identificada como Claudenice dos Santos Gonçalves, de 51 anos, foi localizado por uma equipe do Corpo de Bombeiros pouco depois das 9 horas.

O local no qual aconteceu o deslizamento na manhã desta quarta-feira é próximo do ponto onde, na segunda-feira, 18, um desabamento de um muro de um prédio sobre duas residências matou o marinheiro Oberdan dos Santos Barbosa, de 32 anos.

Por causa da ocorrência, a prefeitura iniciou um trabalho de demolição dos imóveis e de carcaças de construções antigas da região que correm o risco de ruir por causa do mau tempo.

Mais conteúdo sobre:
Salvador Bahia Chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.