Deslizamento de terra destrói 4 carros em condomínio na zona oeste de SP

Quatro veículos que estavam no estacionamento de um condomínio, na zona oeste da capital paulista, foram destruídos, por volta da 0h30 desta sexta-feira, após um deslizamento de terra causado possivelmente pelas chuva dos últimos dias.O muro de contenção, feito com um alambrado de arame rebocado com concreto, foi construído junto ao estacionamento do Condomínio Grã-Bretanha, localizado na altura do nº 166 da Rua Eulo Maroni, no Jaguaré, onde moram 160 famílias. Com o deslizamento, o muro não suportou o peso da terra e veio abaixo, soterrando um Fiat Siena, um Fiat Uno, um Kadett e um Gol. Não havia ninguém dentro dos carros ou perto deles.Segundo um dos moradores do condomínio, o jornalista Rodrigo de Oliveira, será apurado de quem é a responsabilidade pelo ocorrido, pois o muro foi feito pela construtora, mas o terreno onde ocorreu o deslizamento teria sido cedido pela construtora à Prefeitura."Meu carro fica um pouco distante do local onde ocorreu o desmoronamento, mas o restante do muro poder vir abaixo a qualquer momento. Acionamos a Defesa Civil dez minutos após o ocorrido e até agora (2h30) ninguém apareceu", afirmou Rodrigo.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2006 | 03h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.